Terceira Automóvel Clube

Notícias

Hugo Almeida ganhou, Ricardo Borges Brilhou!

Quinta, 29 Abril, 2010 <br />
<b>Notice</b>:  Undefined variable: nome in <b>/home/taccom/public_html/noticias/ver.php</b> on line <b>39</b><br />

A segunda prova de karting denominada �2º Circuito Quebra-Mar� pontuável para o Troféu de Karting 35 anos TAC realizou-se no passado sábado recheada de grandes novidades. Para além de um novo traçado, verificaram-se grandes revelações no andamento dos concorrentes. Foi num circuito completamente diferente, com alguns obstáculos que a tornaram mais atractiva, que decorreu no passado sábado a prova de karting �2º Circuito Quebra-Mar� realizado nas estradas da freguesia de São Mateus da Calheta, em Angra do Heroísmo. Com o apoio oficial do restaurante local �Quebra-Mar�, a prova pontuável para o Troféu de Karting 35 anos TAC contou com uma bela tarde de sol onde os participantes mostraram uma boa adaptação ás diferentes condições da pista. Desde logo, nos treinos cronometrados, Ricardo Borges revelava um grande andamento, posicionando-se de imediato no lugar da frente e tornando-se o piloto revelação da prova, uma vez que conseguiu manter-se na frente até quase ao final da prova. Com algumas desistências ainda durante os treinos, a prova contava com 15 pilotos à partida para a primeira manga, onde Ricardo Borges continuava a mostrar um excelente andamento, seguido de André Aguiar e de Hugo Almeida que disputavam os seguintes lugares do pódio entre si numa luta constante. Tiago Dias também melhorava a sua prestação neste circuito, acabando por ficar no quarto lugar nesta primeira série, seguindo-se Rui Bettencourt que manteve um andamento estável. Nas posições seguintes ficavam Diogo Aguiar, Telmo Lima, Luís Cabral, Paulo Aguiar, Tiago Bettencourt, Adelino Sousa, Álvaro Oliveira, Carlos Andrade, Gustavo Silva e Nelson Mendes. A segunda manga alterou toda a classificação conhecida até ao momento, onde após várias avarias e desistências, saiu mais prejudicado o até ali líder da prova, Ricardo Borges, depois de um despiste conjunto com Hugo Almeida que o pressionara durante toda a manga. Hugo acabou por se sair melhor, uma vez que Ricardo Borges acabaria por desistir depois deste choque, entregando assim, o primeiro lugar da geral ao adversário mas somando pontos para um moderado quarto lugar na final. André Aguiar, com alguns problemas na máquina durante esta segunda manga, acabou por arrecadar o segundo lugar da geral somando os tempos conseguidos na primeira série de mangas. Tiago Dias consegue um excelente terceiro lugar na última série, mantendo-se nessa mesma posição para a classificação geral. Diogo Aguiar e o tio, Paulo Aguiar não estiveram no seu melhor, vendo-se obrigados a passar pela assistência durante a prova a fim de corrigir alguns aspectos nos respectivos karts. Na geral, Diogo fica com a 9ª posição e Paulo Aguiar fica em 10º lugar. Menos sorte teve desta vez Fernando Sieuve, cujo motor do kart não esteve no seu melhor, acabando mesmo por ceder e deixando fora da classificação o jovem, que apesar das tentativas de recuperação da máquina, não conseguiu sequer disputar a prova. A organização desta prova que tinha como principal preocupação a segurança de um circuito completamente diferente e que por isso, contou com mais elementos, fez igualmente um excelente trabalho, dando a volta ás complicações e conferindo ao muito público um excelente momento de espectáculo. Classificação Final Posição Piloto 1º Hugo Almeida 2º André Aguiar 3º Tiago Dias 4º Ricardo Borges 5º Telmo Lima 6º Nelson Mendes 7º Rui Bettencourt 8º Tiago Bettencourt 9º Diogo Aguiar 10º Paulo Aguiar 11º Gustavo Silva 12º Álvaro Oliveira 13º Carlos Andrade 14º Luís Cabral 15º Adelino Sousa

Ver todas notícias

Bem vindo ao novo portal do Terceira Automóvel Clube! Fundado em 26 de Maio de 1975, este é um clube que promove o desporto motorizado, mas também outros desportos não motorizados como natação, basquetebol e futsal, bem como outras vertentes da sociedade terceirense, sendo por isso, uma Instituição de Utilidade Pública de olhos postos no futuro.